Torcida do Palmeiras faz a festa no Pacaembu para empurrar a equipe no clássico com o Santos Felipe Rau/AE
Torcida do Palmeiras faz a festa no Pacaembu para empurrar a equipe no clássico com o Santos
Felipe Rau/AE
No gramado, o técnico Felipão recebe homenagem antes da partida do Brasileirão pela marca de 400 jogos no comando do Palmeiras
José Patrício/AE
Neymar posicionado para entrar em campo no Pacaembu. Santos quer a vitória para deslanchar no 2.º turno do Campeonato Brasileiro
José Patrício/AE
Os técnicos Felipão, do Palmeiras, e Muricy Ramalho, do Santos, mostram clima amistoso antes do confronto
José Patrício/AE
Arouca e Correa disputam a bola. O palmeirense exibe a terceira camisa do uniforme, lançado nesta sexta-feira
José Patrício/AE
Neymar recebe marcação de Leandro Amaro. Aos 28 minutos, o craque tem ótima oportunidade de contra-ataque, mas manda a bola por cima do travessão
José Patrício/AE
Patito tenta impedir a progressão de Valdivia em direção ao gol do Santos. Com 54% da posse de bola, o Palmeiras é superior durante o primeiro tempo
José Patrício/AE
GOOOOL!!! Correa abre o placar no Pacaembu: Palmeiras 1 x 0 Santos. O jogador recebe no meio e arrisca de fora da área. A bola vai no canto direito do gol de Rafael
Felipe Rau/AE
Correa comemora depois de colocar o Palmeiras na frente. 'Temos que voltar concentrados, que o jogo está legal. Estamos bem no jogo', diz
José Patrício/AE
GOOOOL!! Neymar deixa tudo igual no clássico. Palmeiras 1 x 1 Santos. Craque marca em cobrança de falta espetacular, sem chance para o goleiro Bruno
José Patrício/AE
Neymar festeja com a torcida depois de empatar a partida no Pacaembu. 'É muito treino, muito treino', disse o craque
José Patrício/AE
Barcos tenta colocar o Palmeiras mais uma vez na frente e vai para o ataque sobre o Santos
José Patrício/AE
GOOOOOL!!! Neymar marca de novo para a virada santista. Palmeiras 1 x 2 Santos. O jogador chuta no canto direito do goleiro Bruno, que vacila e não consegue evitar a entrada da bola
José Patrício/AE
Valdivia ainda tenta buscar o empate, mas o árbitro apita o fim do clássico. Com a derrota para o Santos, o Palmeiras termina o 1.º turno do Brasileirão na zona de rebaixamento
José Patrício/AE