Diferença de arrecadação entre homens e mulheres ultrapassa os R$ 430 mil em Pernambuco

Amapá foi o único Estado em que candidatos homens receberam menos que as mulheres nas eleições de 2014

Por Júlia Belas

Pernambuco foi o Estado com a maior diferença de arrecadação entre candidatos e candidatas a deputado federal nas eleições de 2014. Segundo levantamento do Estado, a disparidade dos valores proporcionais entre homens e mulheres foi de aproximadamente R$ 433 mil. O Amapá foi o único Estado em que mulheres receberam, em média, um valor maior do que o destinado aos homens. Em valores aproximados, a diferença é de R$ 11,7 mil.

Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraíba e Sergipe, por sua vez, não elegeram nenhuma candidata. Entre eles, os mato-grossenses tiveram a maior diferença de arrecadação. Enquanto mulheres receberam em média R$ 27 mil, os homens arrecadaram mais de R$ 450 mil. O mapa acima levanta os dados proporcionais de candidaturas, votos entre os eleitos, gastos de campanha e arrecadações dos candidatos a deputados federais e distritais por unidade federativa no Brasil. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e podem ser conferidos com um clique no Estado a ser analisado.

Colaboraram Stefano Wrobleski e Luiz Fernando Teixeira